Zouri

Guimarães, Portugal
Circularidade Feito com Amor Feito em Portugal Regenerate Responsible_Materials Responsabilidade Social Transparência Upcycled
  • Fundadores

    Adriana Mano

    Fundada em

    2016

    Localização

    Guimarães, Portugal

    História da Marca

    “Embarquei nesta viagem com o sonho de desenvolver um projecto positivo, ético e sustentável, inspirada pela ideia de usar lixo como matéria prima. Toda a equipa da Zouri tem um histórico de activismo ambiental: limpeza de praias e florestas, plantação de árvores e colaboração com vários grupos ambientais, associações e ONGs. Todos nos sentimos profundamente ligados à natureza e motivados para ajudar a recuperar o ambiente e contribuir significativamente para o planeta. A crise climática deu-nos motivação para uma contribuição mais activa e, nesse momento, apercebemo-nos que, como designers e criativos, seríamos capazes de transformar o lixo plástico da costa portuguesa em matéria-prima.

    Somos essencialmente uma marca de calçado eco-vegan que usa plástico encontrado na costa Portuguesa, juntamente com materiais ecológicos e sustentáveis, para criar sapatos e sandálias.
    Todos os anos, mais de 22 milhões de toneladas de plástico vão parar ao nosso oceano. Com um grupo de 600 voluntários de instituições locais, ONGs e escolas, conseguimos começar a limpar a nossa costa.
    Como resultado, este ano removemos uma tonelada de plástico das praias portuguesas.” (Adriana Mano)

    Propósito & Missão

    “O nosso objectivo é ter um impacto social positivo. Trabalhamos com instituições locais, escolas e ONGs ao recolher plástico e ao fazer campanhas de sensibilização. Ao mesmo tempo, trabalhamos com a indústria do calçado em Portugal, para transformar os seus métodos de produção e fornecimento de materiais.

    Temos orgulho do processo justo e ético de manufactura dos nossos produtos, totalmente feitos em Portugal. A nossa fábrica em Guimarães garante que cada par de sapatos tem os mesmos detalhes e perfeição. Quando recebes os teus sapatos, encontrarás uma carta com todos os materiais e quantidades usados nos teus sapatos e a localização geográfica onde o plástico da sola foi recolhido. Também irás descobrir o nome das pessoas que fizeram o teu sapato Zouri.

    A nossa missão a longo termo é inspirar outros designers e empreendedores a usar o que é considerado lixo como matéria prima. A nossa visão é criar uma academia eco-design que desenvolva produtos, arte e sistemas feitos com lixo.” (Adriana Mano)

  • Local de Produção e Montagem

    Guimarães, Portugal

    Materiais

    “Os nossos sapatos e sandálias são fabricados com materiais 100% eco-vegan e plástico proveniente do oceano.

    A parte superior e o forro são feitos com algodão orgânico (certificado GOTS e Comércio Justo) ou Piñatex (tecido de folhas de ananás), e o forro com tecido PET reciclável.

    A borracha natural da sola é misturada com plástico proveniente do oceano e a entressola é de EVA com 15% de material reciclado.

    Cada par de sapatos reutiliza o equivalente a seis garrafas de plástico provenientes do oceano.

    Algodão orgânico proveniente da Alemanha.

    Pinãtex proveniente do Reino Unido.

    EVA (acetato-vinilo de etileno) reciclado e plástico proveniente da costa portuguesa.

    Palmilha e forro provenientes de Espanha.

    Cortiça, solas, atacadores e caixas dos sapatos provenientes de Portugal.” (Adriana Mano)

    Embalagem

    “Enviamos todos os nossos produtos numa caixa de cartão reciclável, com a identificação do sapato e um folheto de Transparência, descrevendo todos os materiais, a equipa de produção, a equipa Zouri e a data e localização onde o plástico foi recolhido. Analisamos toda a cadeia de valor de modo a evitar causar desperdício.” (Adriana Mano)

    Método de Criação

    “A nossa criação começa com a selecção dos materiais mais sustentáveis e com o design do calçado. A nossa equipa é pequena, mas incansável. Hugo Melo é o homem do lápis que se perde a desenhar. Adriana Mano é obcecada com materiais, sempre à procura das opções mais éticas e sustentáveis.

    O processo de conceito e design acontece no nosso Atelier em Braga, Portugal. Seleccionamos e desenvolvemos os modelos, e testamos a sua durabilidade, conforto e ergonomia de forma extensiva. Assim que temos um protótipo final, trabalhamos com os artesãos em Guimarães para produzir os sapatos de melhor qualidade com as técnicas mais sustentáveis.” (Adriana Mano)

    Uso & Conservação

    ”Evitar lavar. Se necessário, lavar apenas com água — sem detergente — a temperatura fria — sem centrifugação — e secar à sombra.

    Deves separar os atacadores e palmilhas dos sapatos antes de lavar.” (Adriana Mano)

A NOSSA VIAGEM VISUAL


PT
PT