Woodmood

Almada, Portugal
Feito com Amor Feito em Portugal Responsible_Materials Responsabilidade Social Upcycled
  • Fundadores

    Miguel Castro

    Fundada em

    2012

    Localização

    Almada, Portugal

    História da Marca

    “Desde criança que a madeira me inspira. Não sei porquê. Talvez pelo facto de o meu pai ter sido carpinteiro no seu tempo livre, ou pelo meu avô ter sido carpinteiro de profissão, tal como o seu pai, e o seu avô.

    Sempre tive pregos, cinzéis e plainas à minha volta. Grandiosas árvores para trepar e florestas para admirar. Sempre adorei este ambiente, mas a vida seguiu outro rumo. Felizmente, este rumo levou-me de volta a casa no momento em que dei por mim a admirar umas persianas magnificamente envelhecidas — as suas cores e texturas eram incríveis. Não conseguia simplesmente esquecê-las. Nesse momento, algo despertou em mim e decidi que a minha nova missão seria dar nova vida a madeira recuperada. Madeira que emana História e conta marcantes histórias.” (Miguel Castro)

    Propósito & Missão

    “Os elfos da WoodMood sou eu — um homem apaixonado pelo projecto — e amigos que contribuem com os seus próprios talentos — designs, ideias, paletes e vigas, equipamento antigo, entre muitas outras coisas.

    A minha missão é criar peças únicas das mais improváveis e inesperadas madeiras recuperadas, ou de origem sustentável, neste mundo. Desenhamos peças funcionais, que duram a vida toda, com uma pitada de originalidade.” (Miguel Castro)

  • Local de Produção e Montagem

    Almada, Portugal

    Materiais

    “Para se tornar WoodMood, todos os ingredientes devem respeitar os nossos critérios. A madeira deve ser recuperada, mas caso seja necessário madeira virgem, esta terá de ter origem numa floresta sustentável. Toda a pintura e material de acabamentos tem de ser orgânico ou à base de água, e damos prioridade a produtos nacionais e a apoiar a economia local.

    Uma grande percentagem da nossa madeira tem origem em velhos estaleiros de obra — adoramos madeira que tenha sido envelhecida pelo sol e pelo mar.

    Cada peça é apreciada individualmente, tornando-a única. Adoramos um bom desafio!” (Miguel Castro)

    Método de Criação

    “Todo o processo de criar peças da WoodMood é feito com as nossas mãos e o nosso coração.
    Desde a procura de matérias primas nos lugares mais improváveis, à recolha, limpeza, preparação, criação das obras e acabamentos de cada peça. Estamos totalmente presentes em todo o processo e adoramos cada passo.

    Por vezes, somos contactados por desconhecidos porque encontraram uma peça de mobiliário abandonada junto a um contentor do lixo, ou, porque têm tábuas de madeira durante anos num canto do seu jardim, sem saber o que fazer com elas. Ou alguém que substitui um velho tecto de madeira e sente-me mal ao desfazer-se daquelas grandes vigas. Adoramos conhecer estas pessoas e dar uma nova vida aos materiais nobres que tão generosamente nos ofereceram.

    Outras vezes, vamos nós à procura de madeira. Recolhemos madeira através de acções de limpeza das praias, poda de jardins locais, poda de árvores nos bairros ou casas abandonadas que estão a ser restauradas. Existe madeira preciosa e com muito potencial em todo o lado. Só temos de estar alerta!

    Após o fim da fase de recolha, começa o processo de limpeza e preparação da madeira. As tábuas ficam frequentemente numa câmara de purga para garantir que não há pequenas criaturas a alimentar-se da mesma. Depois, a madeira é armazenada até ser tempo de renascer. Entretanto, o processo criativo acontece.

    A WoodMood é conhecida pelas suas placas com frases, citações e pensamentos, que nos chegam de todo o lado: propostas de cidadãos e amigos, livros ou filmes com que nos deparamos, descobertas na internet, e tudo o que nos inspira nesse momento criativo. E assim, uma nova vida e intenção é pintada num lindo e velho pedaço da natureza, como a madeira” (Miguel Castro)

    Uso & Conservação

    “Para preservar a madeira, recomendamos que a limpes apenas com um pano húmido e, se possível, dependendo do uso ser interior ou exterior, de vez em quando, espalhes com um pano uma camada de cera de abelha. Também poderás usar um tradicional borrifador para o pó, preferencialmente ecológico e com óleo de cedro.” (Miguel Castro)

A NOSSA VIAGEM VISUAL


PT
PT