Conscious Convergence

Lake Atitlan Solola, Guatemala
Feito com Amor Regenerate Responsible_Materials Responsabilidade Social Upcycled
  • Fundadores

    Silvia Zamprogna (Selva Bhairavi) & Rodrigo Rangel Guillermo (Digo)

    Fundada em

    2012

    Localização

    Lake Atitlan Solola, Guatemala

    História da Marca

    "Com a Conscious Convergence apoiamos comunidades indígenas através do design colaborativo. Trabalhamos de perto com várias comunidades indígenas para criar peças de roupa, usando tecidos upcycled e tintas naturais feitas com plantas locais. O nosso objetivo é convergir com as comunidades indígenas de todo o mundo e misturar técnicas antigas com a moda moderna, símbolos sagrados com arte moderna, para criar produtos feitos à mão que sejam renováveis e únicos.” (Silvia Zamprogna & Rodrigo Guillermo)

    Propósito & Missão

    “Somos muito inspirados pela tecelagem indígena, bordados, artes e estilos de muitas culturas. Temos trabalhado de perto com comunidades Maia e Guna. A nossa visão é expandir as nossas relações profissionais a várias tribos diferentes para representar a sua cultura única. Nos últimos cinco anos, temos trabalhado em estreita parceria com alfaiates e tecelões na Guatemala e no Panamá, tanto homens como mulheres, para desenvolver a nossa fusão de vestidos tradicionais, estilo urbano moderno e símbolos antigos. Não há linha que fique por usar, trabalhamos tanto com têxteis reciclados como têxteis tecidos de origem para criar cada peça.

    Apoiamos activamente a Cosmic Social Outreach da ONG Cosmic Convergence. Com este projeto, doamos espaços comunitários à comunidade Maia local para educação e actividades sociais. Apoiamos a reintegração das pessoas na sociedade com o nosso projecto cooperativo oferecendo workshops e formação sobre como coser, tecer e fazer tinturas naturais. Também damos workshops sobre tinturas medicinais, tecelagem em backstrap (teares de costas) e consumo consciente, e organizamos projectos comunitários para desenvolver arquitectura social.

    No total há 45 costureiras Maia nas nossas instalações, 10 tecelãs em teares de costas, três tecelãs em teares de pedal e seis no processo de tingimento natural.

    Construímos relações sólidas e duradouras com as comunidades com as quais trabalhamos e estamos, neste momento, a criar laços com novas tribos.

    ​Colaboramos principalmente com as comunidades Maia e Guna mas estamos a alargar as nossas relações para trabalhar com outras culturas Indígenas Latino-Americanas para incorporar as suas distintas formas de arte

    Cada peça é uma parceria para que cada pessoa tenha a oportunidade de partilhar as suas competências e ideias na criação de vestuário verdadeiramente holístico.” (Silvia Zamprogna & Rodrigo Guillermo)

  • Local de Produção e Montagem

    Lake Atitlan Solola, Guatemala

    Materiais

    "Usamos algodão orgânico do México, a nossa viscose e materiais sintéticos são stock morto (excedentes industriais). Tipico é também um tipo de tecido prevalecente nos nossos designs. É um tecido original Maia feito à mão, de algodão, tecido com a técnica Ikat num tear de pé ou técnica brocade em tear de costas.” (Silvia Zamprogna & Rodrigo Guillermo)

    Embalagem

    Papel reciclado e caixas recicladas.

    Método de Criação

    "Tingimos as nossas peças usando ervas medicinais colhidas nas montanhas da Guatemala (onde são feitas as nossas roupas) tais como goiaba, azinho, sacatinta, açafrão do México, entre outros.

    ​Estas plantas fornecem benefícios holísticos à nossa pele, corpo e espírito. Usamo-las porque acreditamos que o que tu vestes, é o que tu és, e manter o contacto com estas plantas é uma prática holística diária para que o teu corpo sinta os efeitos da cromoterapia e dos benefícios vibracionais” (Silvia Zamprogna & Rodrigo Guillermo)

    Uso & Conservação

    "É melhor lavar as nossas peças em água fria ou morna, usando um detergente suave, sem lixívia e amigo do ambiente. Em tecidos de tecelagem manual, torções e irregularidades ocorrem naturalmente e é preciso cuidado para evitar fios puxados.

    A maior parte dos nossos tecidos são tingidos à mão. Ligeiras variações de cores tornam cada peça única. Recomendamos que as instruções de conservação sejam seguidas cuidadosamente para minimizar transferência de cores e desvanecimento. Para muitas destas peças de roupa, o ideal seria serem lavadas em separado, e secas sem estar expostas a calor e sol directos para aumentar a sua durabilidade.

    Usamos bordados manuais detalhados em muitas das nossas peças, tornando cada peça única. Devem ser tratadas com muito cuidado para evitar puxar fios. Lavar sempre do avesso e não passar o ferro de engomar directamente por cima dos bordados.” (Silvia Zamprogna & Rodrigo Guillermo)

PT
PT